Valor Gerês-Xurés

Zelando sempre pelo meio-ambiente

Etiqueta: reciclagem

Ideias criativas para reciclagem de garrafas plásticas

A ideia é sempre tentar produzir a menor quantidade possível de lixo, por isso hoje trouxa algumas ideias criativas para reciclagem de garrafas plásticas.

Essas garrafas a primeira vista inúteis podem ser de grande valia para decoração e até mesmo se tornando utensílio praticamente indispensáveis.

Vale lembrar que as garrafas plástica, essas comunmente compradas nos supermercado demora mais de 100 anos cada uma em sua decomposição. Como esse material é novo, existente a menos de um século, não se pode estimar com muito certeza. Dependendo da resistência do plástico acredita-se que uma garrafa pode demorar centenas de anos em se decompor.

Reciclagem de garrafas plásticas

  • Caixas de plástico

caixa plástica

Essas garrafas podem ter muitas utilidades e podem ser feitos do tamanho mais adequado. Gosto de usar como cesto de roupas sujas porque as de tecido pegam cheiro e essa deixa até um pouco de vento passar.

Também me parece boa como caixa de brinquedos. Feitas em tamanhos menores creio que pode ser um bom porta-maquilhagens ou canetas para o escritório de casa.

  • Lustre de garrafa Pet

candelabro

Esse vi na internet, não cheguei a fazer, mas é uma das coisas que tenho vontade. Não se parecem em nada com fundos de garrafas plásticas e podem ser pintados de qualquer outra cor.

  • Cortina de garrafa plástica

cortina

Na verdade, a intenção dessa cortina e mais decorativa, separadora de ambientes ou mesmo para tirar a transparência do que para tampar a luz ou proteger a casa e os móveis dos raios de sol.

  • Garrafas plásticas substitutas de lâmpadas

luz solar

Com essa dica de reciclagem de garrafas plásticas você pode ajudar o meio ambiente por mais de uma forma. Com essas garrafas com um pouco de agua colocadas no teto da casa ou cabana fazem com que a luz entre para o ambiente. Dá super certo porque eu já conheci uma casa com isso e realmente além reutilizar na garrafa plástica também se poupa na conta de luz.

  • Porta-moeda

porta moedas

A foto ja é auto explicativa. Achei super bonitinha, delicada e até pensei em fazer uma adaptação para lancheira. Vamos ver como sai a minha experiência.

  • Garrafas pet para vasos de plantas

Dentre as reciclagens de garrafas plásticas essa também é uma que pode tirar dos quilos e quilos de lixo boas quantidades de garrafas e por uma boa ideia.
vasos na parede

  • Porta comida para pássaros

Para terminar mas não menos importante, uma dica de reciclagem de garrafas plásticas para recipientes de comidas para pássaros.

porta comida para passaros

Se gostou desse post confira também o truques para uma casa sustentável.

Reciclagem de papel: processo e benefícios

Um dos temas importantes sobre a sustentabilidade, reciclagem e meio ambiente é a reciclagem de papel e por isso hoje será o tema abordado.

Reciclagem de papel: processo e benefícios meio ambientais

No total dos resíduos urbanos, o papel e o papelão estão entre 16% e 25%, dos quais são capazes de se recuperar até 70%. Eles vêm principalmente de revistas e jornais, embalagens de alimentos, caixas de papelão, papel de alta qualidade utilizados na impressão e reprodução, e papel misto.

A maioria dos papéis é feito a partir de árvores, embora antigamente também tenha sido obtido a partir de outras plantas, incluindo o algodão.

A indústria global de papel consome cerca de 4.000 milhões de árvores por ano, principalmente pinhos e eucalipto. Com a reciclagem de papel e de cartolina é capaz de prolongar a vida das fibras de celulose, um recurso natural que vem da madeira.

papel para reciclar

Para sua reciclagem, é muito importante que o papel seja recolhido separadamente dos outros resíduos, para evitar manchas e contaminação, o que torna muito difícil ou impossível de reciclagem. O papel utilizado é recuperado para reciclagem através da recolha industrial (em empresas, editoras e as gráficas e lojas de departamento), bem como a recolha municipal (através dos contentores azuis para o papel das famílias, através da recolha “porta a porta” das pequenas empresas, e através daqueles contidos em escritórios, escolas e edifícios de órgãos públicos e instituições).

O papel e a cartolina são recolhidos, separados e subsequentemente misturado com água para ser removido a tinta e impurezas para depois ser esticada a pasta e ter a agua espremida para que possa se transformar em folha de papel.

Resíduo de papel podem ser esmagados e reciclados várias vezes. No entanto, em cada ciclo de 15% a 20% das fibras tornam-se muito pequenas para ser utilizadas. Além disso, estima-se que cerca de 19% do papel que usamos não podem ser recuperadas para reciclagem, como pode acontecer com livros, fotografias ou documentos, ou por causa de seu uso como com o lavabo e papel higiênico ou papel de cigarro. Por isso, é necessário injectar permanentemente uma certa quantidade de fibras virgens no processo.

reciclar papel

O papel reciclado de fibras de celulose longas (tais como o papel de escritório) tem uma maior flexibilidade para reciclagem, porque pode ser utilizado para produzir novos produtos de papel, utilizando fibras longas ou curtas. Já o papel reciclado com fibras de celulose curtas (tais como jornais) só pode ser reciclado em outros produtos que utilizam fibras de celulose curtas. Por esta razão, o papel recuperado com fibras longas é geralmente de maior valor do que o papel revestido com fibras curtas.

Melhorias no impacto ambiental

Ao comparar os processos de fabricação do papel reciclado com a fabricação o papel a partir da pasta química virgem, é possível sinalar as seguintes melhorias no impacto ambiental:

  • Consumo de madeira é reduzido, o que favorece o desenvolvimento das florestas e reduz os custos do corte, transporte e manuseio.
  • A diminuição do consumo de energia primária, a economia pode chegar a 60%.
  • Consumo de água reduzido em mais de 85%.
  • Redução da massa de resíduos urbanos em aterros sanitários. Em países de alta renda essa redução chega a 30%. Para cada 700 kg de papel recuperado, salvo no despejo o equivalente a um espaço de estacionamento e evitar o equivalente a uma viagem de mais de 3,700 km de emissões dos automóveis.

Se gostou do post e está motivado em saber mais coisas sobre reciclagem, sustentabilidade e meio ambiente confira também o post sobre

Truques para uma casa sustentável

O que podemos fazer para desfrutar de uma casa sustentável e ajudar o meio ambiente?

Truques para uma casa sustentável

É claro que todos nós queremos um planeta limpo, queremos preservar a beleza e a diversidade da terra. A máxima responsabilidade disso recai claramente nas grandes potências, elas são as únicas que têm em suas mãos o poder de mudar as políticas e regulamentos globais para regularização da liberação de gases nocivos para a atmosfera, as descargas tóxicas, etc.

Mas também podemos ajudar e colaborar desde as nossas casas colocar o nosso grão de areia de nossas casas, no dia-a-dia. Com pequenos gestos pessoais, pequenas mudanças em nossas ações diárias, podemos ajudar a reduzir a poluição e manter o planeta.

Aproveite os recursos à sua disposição

  • Aproveitar a luz solar que além de economizar nas contas de eletricidade, no inverno se aumentar a temperatura da sua casa sustentável.
  • No verão, os baixos toldos e persianas, cortinas fechadas, usar tudo para evitar o sol e calor.
  • Pintar as paredes de sua casa uma cor clara e brilhante.
  • Para ventilar no inverno são suficientes 15 minutos, evitar perdas de temperatura.
  • Você tenta abrir janelas que criam correntes de ar naturais é muito mais saudável do que o ar condicionado!

Bom isolamento

O ideal é alterar as janelas por uma de vidros duplos garantir o isolamento térmico e acústico. Infelizmente nossos recursos econômicos nem sempre permitem, por isso, será muito útil para isolar o calor selar muito bem as juntas entre as janelas e as paredes.

Controles de aquecimento e ar condicionado

Usando de maneira consciente o ar condicionado e o aquecedor economizamos energia e contribuímos com o meio ambiente.

  • O aquecedor não é para poder andar em casa com manga curta quando fora esta muito frio, 20ºC do aquecedor é suficiente para se esquentar e não passar frio.
  • Os ar-condicionado 26 °C esta muito bom.
  • Tenha sempre em mente que cada grau a mais ou a menos tem impacto sobre a conta e sobre o meio ambiente.

Lâmpadas de baixo consumo

Elas são um pouco caras, mas são muito boas para o meio ambiente, bem como para o bolso. Elas são muito mais eficientes do que as convencionais. Podendo durar até 8 vezes mais tempo e economizar até 80% de energia. Mas lembre-se ainda de ligar a luz apenas quando for necessário.

Máquina de lavar e máquina de lavar louça completa

Acostume-se a esperar para ter mais coisas para lavar ou esfregar e não use máquina de lavar ou meia carga máquina de lavar louça. Você economiza energia e detergentes. Você também pode evitar a pré-lavagem e a água quente é muito melhor!

Diga não ao Stand By

Esqueça isso de deixar a televisão no timer, o telemóvel carregando a noite toda ou deixar o router do wi-fi ligado quando não esta em casa. Além de encurtar a vida útil dos aparelhos fazem um desserviço para o planeta. Imagine as milhões de pessoas que fazem isso no mundo e some para ver o tamanho do prejuízo.

casa sustentável

Na limpeza da casa sustentável

  • Usar água sanitária para desinfetar apenas, não para limpar. A sua composição é de cloro e sódio não degradada e, por isso, não é muito bom para o meio ambiente.
  • Sim aos produtos multiuso, os específicos costumam conter substâncias específicas, muitas vezes agressivas.
  • Usar, na medida do possível, produtos ecológicos já que eles não deixam marcas no planeta!

Reutilizar e reciclar

Claro, sempre que puder, aproveitar a vida das coisas ao máximo (evitar compras e processos de fabricação desnecessária), usa segunda mão, coloque imaginação e de um novo uso para embalagens, frascos de vidro, garrafas, etc. E quando você vai jogar alguma coisa não se esqueça de depositá-lo no recipiente apropriado.

LEMBRE-SE: A energia mais limpa é a que não se usa